24 de jun de 2017

Fascite Plantar

Fascite plantar é uma dor aguda na planta do pé, podendo ser localizada próximo ao calcanhar ou no meio da planta do pé. A dor é mais intensa ao apoiar o pé no chão e andar durante a manhã.
Pode ter diversas causas para ocorrer a fascite plantar, sendo necessário uma avaliação médica e fisioterapêutica, para o fechamento de um diagnóstico clínico e diagnóstico fisioterapêutico.


Os fatores de risco intrínsecos e extrínsecos para a fasceíte plantar:

Fatores de risco INTRÍNSECOS:
- Anatomia: obesidade, pé plano e pé cavo.
- Biomecânica: Marcha com pronação excessiva do pé, limitação de dorsiflexão do pé, fraqueza dos músculos intrínsecos do pé e fraqueza dos músculos flexores plantares.


Fatores de risco EXTRÍNSECOS ou fatores ambientais: 
- Falta de alinhamento no pé, sapatos com superfície dura, calçados de baixa qualidade, andar descalço. 

Mas a fascite plantar pode ser um alerta para uma alteração biomecânica, podendo futuramente ocorrer lesões em outras articulações como joelhos, quadris e coluna, sendo importante uma avaliação fisioterápica.

23 de jun de 2017

Protocolo PRICE

O Protocolo PRICE deve se usar preferencialmente após a lesão e até 48 - 72 horas após lesão (fase inflamatória).
O Protocolo PRICE tem como objetivo reduzir os sinais do processo inflamatório edema e a dor, ajuda a evitar aumento do hematoma também.
Utilizando o protocolo corretamente a recuperação do tecido será mais saudável evitando o uso de medicamentos.

São 5 fases do Protocolo PRICE❄:

  1.  Proteção da região; 
  2. Repouso evitar sobrecargas;
  3.  "Ice" Gelo, reduzindo o inchaço, a dor e evitando aumento do hematoma; 
  4. Compressão para restringir o movimento e reduzir o edema;
  5.  Elevação do membro, auxiliando a redução do edema e melhorando o retorno venoso.

Não se esqueça de procurar um médico para melhor condução do tratamento.
video

21 de jun de 2017

Diferença entre ENTORSE x FRATURA


Qual a diferença entre entorse e fratura de tornozelo? Entorse é um movimento bruto além do normal, que ocorre na articulação, onde ocorre lesão através de estiramento ou ruptura de ligamentos.

Fratura é a quebra ou perda da continuidade óssea. (Como definido no poste “Luxação X Fratura”)Os sintomas e sinais da entorse e fratura são bem parecidos. Quando há um entorse grave (tipo III) há ruptura de ligamentos, a região do tornozelo no início tem dor em repouso, depois dor aos movimentos e apoio, edema e hematoma na região, “basicamente” os mesmo sintomas da fratura.

 A fratura do tornozelo a dor pode ser mais intensa, pois o mecanismo de lesão pode ser o mesmo, então há lesão de ligamentos é lesão óssea. 


Obs.: Em caso de entorse com dor intensa, hematoma e edema, realize o protocolo PRICE de imediato, tente não realizar apoio no pé enquanto não tiver uma avaliação médica.



19 de jun de 2017

Diferença entre FRATURA e LUXAÇÃO

Qual a diferença entre fratura e luxação?

A fratura é a quebra ou perda da continuidade óssea, podendo ser desde um pequeno tricado até a separação do osso em dois ou mais fragmentos. 
A luxação é caracterizada pelo deslocamento anormal de um ou mais ossos de uma articulação, ocorre a perda do contato articular. Temos também a subluxação que é definida pelo deslocamento parcial da articulação. 
Tanto na fratura e na luxação pode ter lesão de outras estruturas como cartilagem, tendões, ligamentos, músculos, orgãos e nervos.Por isso é importante em casos de urgência sempre procurar um médico para avaliar e tratar adequadamente a fase inicial. Após a liberação médica normalmente é indicado o acompanhamento com a Fisioterapia, para melhorar a mobilidade, força e flexibilidade, evitando sequelas, recidivas e perdas funcionais. 

4 de abr de 2017

Semana Mundial da Saúde

Dia 07 de abril, DIA MUNDIAL da Saúde.

Em 07 de abril 1948, foi fundada a OMS (Organização Mundial da Saúde), agência especializada em Saúde.
Semana mundial da saúde 03 a 07 de abril.

video

Fascite Plantar

Fascite plantar é uma dor aguda na planta do pé, podendo ser localizada próximo ao calcanhar ou no meio da planta do pé. A dor é mais intens...

24 de jun de 2017

Fascite Plantar

Fascite plantar é uma dor aguda na planta do pé, podendo ser localizada próximo ao calcanhar ou no meio da planta do pé. A dor é mais intensa ao apoiar o pé no chão e andar durante a manhã.
Pode ter diversas causas para ocorrer a fascite plantar, sendo necessário uma avaliação médica e fisioterapêutica, para o fechamento de um diagnóstico clínico e diagnóstico fisioterapêutico.


Os fatores de risco intrínsecos e extrínsecos para a fasceíte plantar:

Fatores de risco INTRÍNSECOS:
- Anatomia: obesidade, pé plano e pé cavo.
- Biomecânica: Marcha com pronação excessiva do pé, limitação de dorsiflexão do pé, fraqueza dos músculos intrínsecos do pé e fraqueza dos músculos flexores plantares.


Fatores de risco EXTRÍNSECOS ou fatores ambientais: 
- Falta de alinhamento no pé, sapatos com superfície dura, calçados de baixa qualidade, andar descalço. 

Mas a fascite plantar pode ser um alerta para uma alteração biomecânica, podendo futuramente ocorrer lesões em outras articulações como joelhos, quadris e coluna, sendo importante uma avaliação fisioterápica.

23 de jun de 2017

Protocolo PRICE

O Protocolo PRICE deve se usar preferencialmente após a lesão e até 48 - 72 horas após lesão (fase inflamatória).
O Protocolo PRICE tem como objetivo reduzir os sinais do processo inflamatório edema e a dor, ajuda a evitar aumento do hematoma também.
Utilizando o protocolo corretamente a recuperação do tecido será mais saudável evitando o uso de medicamentos.

São 5 fases do Protocolo PRICE❄:

  1.  Proteção da região; 
  2. Repouso evitar sobrecargas;
  3.  "Ice" Gelo, reduzindo o inchaço, a dor e evitando aumento do hematoma; 
  4. Compressão para restringir o movimento e reduzir o edema;
  5.  Elevação do membro, auxiliando a redução do edema e melhorando o retorno venoso.

Não se esqueça de procurar um médico para melhor condução do tratamento.
video

21 de jun de 2017

Diferença entre ENTORSE x FRATURA


Qual a diferença entre entorse e fratura de tornozelo? Entorse é um movimento bruto além do normal, que ocorre na articulação, onde ocorre lesão através de estiramento ou ruptura de ligamentos.

Fratura é a quebra ou perda da continuidade óssea. (Como definido no poste “Luxação X Fratura”)Os sintomas e sinais da entorse e fratura são bem parecidos. Quando há um entorse grave (tipo III) há ruptura de ligamentos, a região do tornozelo no início tem dor em repouso, depois dor aos movimentos e apoio, edema e hematoma na região, “basicamente” os mesmo sintomas da fratura.

 A fratura do tornozelo a dor pode ser mais intensa, pois o mecanismo de lesão pode ser o mesmo, então há lesão de ligamentos é lesão óssea. 


Obs.: Em caso de entorse com dor intensa, hematoma e edema, realize o protocolo PRICE de imediato, tente não realizar apoio no pé enquanto não tiver uma avaliação médica.



19 de jun de 2017

Diferença entre FRATURA e LUXAÇÃO

Qual a diferença entre fratura e luxação?

A fratura é a quebra ou perda da continuidade óssea, podendo ser desde um pequeno tricado até a separação do osso em dois ou mais fragmentos. 
A luxação é caracterizada pelo deslocamento anormal de um ou mais ossos de uma articulação, ocorre a perda do contato articular. Temos também a subluxação que é definida pelo deslocamento parcial da articulação. 
Tanto na fratura e na luxação pode ter lesão de outras estruturas como cartilagem, tendões, ligamentos, músculos, orgãos e nervos.Por isso é importante em casos de urgência sempre procurar um médico para avaliar e tratar adequadamente a fase inicial. Após a liberação médica normalmente é indicado o acompanhamento com a Fisioterapia, para melhorar a mobilidade, força e flexibilidade, evitando sequelas, recidivas e perdas funcionais. 

4 de abr de 2017

Semana Mundial da Saúde

Dia 07 de abril, DIA MUNDIAL da Saúde.

Em 07 de abril 1948, foi fundada a OMS (Organização Mundial da Saúde), agência especializada em Saúde.
Semana mundial da saúde 03 a 07 de abril.

video